Carregando Idioma...

Precificando seu curso EaD

A precificação é um momento crucial, que vai ditar muito sobre suas receitas futuras, por isso é tão importante tomar uma decisão que faça sentido para você e seus clientes.

Precificando seu curso EaD

Caso você já tenha seguido todas as etapas da criação de um curso EaD e esteja partindo para o lançamento e divulgação, algo que pode tirar seu sono é uma pergunta que parece simples: quanto eu cobro pelo meu curso?

A precificação do seu curso EaD é um momento crucial, que vai ditar muito sobre suas receitas futuras, por isso é tão importante tomar uma decisão que faça sentido para você e seus clientes.

Existem algumas iscas muito fáceis de serem mordidas quando pensamos em criar um preço, e o empreendedor precisa estar atento. Temos algumas dicas bem importantes para ajudar nessa missão.

1. Não pense só no tamanho

Há quem defenda que, para cobrar um preço mais alto por um curso EaD, é necessário que ele seja longo em duração e material disponibilizado. Isso não é necessariamente verdade, afinal, se ministrado de maneira correta, o conteúdo pode até ter seu tempo diminuído sem prejuízo algum.

Mesmo não sendo o ponto principal, o tempo deve ser levado em conta. Mas nunca antes do conteúdo, que é o que realmente agrega valor ao curso EaD.

2. Monitore a concorrência

O ponto central não é saber o quanto seus concorrentes estão cobrando pelos cursos EaD, mas sim o quanto os clientes de seu nicho estão pagando para adquirir aquele conhecimento.

Quando olhar seus concorrentes, não apenas cobre mais barato que eles ou faça um preço na média entre todos. Pontue o que cada um oferece de diferencial, a maneira de divulgação e compare com o seu curso EaD. Ele pode agregar mais conhecimento do que o do concorrente? Então não tenha medo de cobrar um valor um pouco maior, caso seja o que você já tinha em mente.

O foco é ter uma noção da faixa de preço praticada e ponderar o que você oferece a mais ou a menos para as pessoas que estão pagando por conhecimento no seu nicho.

3. Vá aumentando seu preço

Essa é uma estratégia um pouco mais prática: comece com um preço um pouco mais baixo e, se ele tiver sucesso, vá subindo gradativamente até ele atingir um ponto em que fique os clientes realmente parem de adquirir seu curso EaD.

Se for seguir essa dica, registre tudo: quantos alunos compraram por cada preço, qual o lucro de cada faixa, etc. Dessa maneira, você pode encontrar o equilíbrio através de testes.

4. Leve em conta sua reputação

Se seu nome, ou o de seu negócio, já é tido como autoridade no nicho em que atua, qualquer venda fica consideravelmente mais fácil. Esse aspecto deve ser levado em conta na hora da precificação de seu curso EaD.

Caso isso não se aplique a você no momento, nunca é tarde: criar um blog e distribuir conteúdo é sempre uma boa alternativa. Pense bastante no topo e no meio de funil para consolidar seu nome.

Crie sua plataforma de ensino online

Gerenciamento e venda de cursos, assinaturas e downloads digitais. O seu conteúdo, no seu próprio site.

Quero Começar Agora

Publicações Relacionadas

Vantagens de uma plataforma EaD personalizável

O uso do lançamento digital para criadores de conteúdos

Como estruturar seu manual de marca

A importância do manual de marca para sua plataforma EaD

O que é o Facebook Ads e por que utilizá-lo?

O que fazer para vender meu curso online?

Uma plataforma para chamar de SUA

Toda a tecnologia que você precisa para criar
o seu negócio online está aqui!