Carregando Idioma...

Dicas para vender seus infoprodutos na Black Friday

Dicas para vender seus infoprodutos na Black Friday

A Black Friday é uma das épocas do ano em que mais se vende. É um mar de oportunidade para os consumidores, então é importante saber se destacar dos demais. Não adianta você trabalhar com as mesmas campanhas, valores e ofertas dos outros meses.

Por isso, separei alguns hacks utilizados por pessoas que já venderam MUITO nessas datas.

1. Defina sua estratégia de promoção

Você tem algumas opções para fazer suas ofertas na Black Friday. Você pode ofertar apenas no dia da Black Friday, apenas na semana da Black Friday ( Black Week) ou ainda fazer uma promoção durante todo o mês de novembro (Black November).

Cada uma das estratégias tem suas vantagens e desvantagens. Trabalhando com um período maior, você tem mais oportunidade de medir e ajustar a campanha conforme a necessidade. Em períodos mais curtos, não sobra tempo para ajustes, mas é possível trabalhar melhor o marketing de escassez.

2. Trabalhe escassez e oportunidade

Todo o conceito da Black Friday gira em torno da ideia de escassez. O consumidor já está procurando ofertas que sabe que não estarão aí amanhã, então reforce isso nas suas campanhas. Você pode trabalhar com escassez e oportunidade nos seus anúncios das seguintes formas:

  • Escassez focada no tempo - quebre a objeção de preço dando pouco tempo para ele pensar. Um exemplo seria você abrir o carrinho na manhã e falar que no fim da tarde fecha-se a janela de oportunidade para adquirir.

  • Escassez focada no número de vagas - ao invés de dar um tempo para fechar o carrinho, pode definir um número de vagas que vai se esgotando ao longo do dia. É bom ir atualizando via email ou redes sociais o número de vagas se esvaindo ao longo do dia.

  • Oportunidade de preço - se está trabalhando com um valor muito abaixo do normal, deixe claro que essa oferta nunca mais estará disponível. É uma oportunidade única que você não voltará a oferecer.

3. Disparo de emails

Ao contrário do que muitos dizem: o email não morreu. Ainda é um dos canais mais eficientes de aquisição. De acordo com uma pesquisa feita em 2021 pela DMA Consumer Tracker, 96% dos consumidores checam seus emails todos os dias e 70% dizem preferir o email como melhor canal para receber ofertas comerciais.

Por isso, use a sua base de emails. É uma época em que muitos emails são enviados, então seja criativo e pense em assuntos de email chamativos. Como você deve disparar muitos emails no dia, considere utilizar apenas aqueles leads mais quentes, que já estão prontos para ouvir a sua oferta. Assim você não estressa tanto a sua base fria de emails.

4. Anúncios pagos

Não vou mentir pra você: na semana da Black Friday o preço dos anúncios aumenta consideravelmente. Isso não deve te impedir de criar esses anúncios, apenas de fazer ele com foco maior no que o seu consumidor está procurando.

Foque em imagens e textos dos seus anúncios em oportunidades de preço, escassez de tempo ou vaga e provas sociais. Utilize o remarketing como arma aqui, para atingir o pessoal que já visitou o seu site ou interagiu com a sua página recentemente. Como ele conhecia a oferta anterior, ao ver ela mais barata no formato de escassez, o gatilho de compra fica bem mais fácil.

Uma forma de mitigar um pouco o aumento dos custos dos anúncios é trabalhar com Black November ou Black Week ao invés de apenas na Black Friday. O mês todo fica levemente mais caro, mas a média de preços dos anúncios é muito maior se você anunciar essa campanha apenas na sexta-feira.

5. Lista VIP

Você pode montar um grupo VIP com a promessa que no dia da Black Friday, apenas para quem estiver nessa lista vip, terá uma oferta melhor do que a do site. Essa estratégia é boa porque trabalha forte com o conceito de escassez e de quebra ajuda a filtrar quem tem interesse genuíno no seu produto. Com isso, a venda na data alvo vai ter esforço reduzido.

Você pode oferecer acesso a essa lista vip por vários dos meios citados acima: anúncios pagos, emails, grupos do telegram, etc.

6. Indicação

Nem tudo na Black Friday precisa ser apenas sobre vendas diretas. Você pode utilizar alguma ferramenta de indicação para criar uma campanha de indicação para o seu produto na semana da Black Friday e distribuir prêmios conforme a indicação.

Um exemplo seria oferecer um Ebook para todos que indicassem o seu produto ao menos 10 vezes e para quem mais indicasse você daria um curso online no valor de R$ X. Existem diversas ferramentas que gerenciam as indicações e esse ranking como a amplifique.me, upviral ou até mesmo a builderall.

7. Você não precisa necessariamente baixar o preço

Sei que existe uma preocupação grande em não desvalorizar o produto. E isso é muito importante. Então, não é porque na Black Friday todo mundo vende mais barato que você precisa vender também.

Para que sua oferta faça sentido em um dia que tudo está mais barato, você pode oferecer um bônus especial para quem comprar como um infoproduto ou participação especial em uma comunidade. Pode também oferecer uma condição especial de pagamento, onde apenas na Black Friday o seu produto poderá ser parcelado em 12x sem juros.

Claro que vender mais barato pode ser mais efetivo, mas se você considerava não participar da Black Friday por conta disso, agora tem outras opções.

8. Aproveite a Cyber Monday

Tem gente que nem sabe disso, mas na segunda-feira seguinte à Black Friday rola a Cyber Monday. É um outro dia de promoções que ocorre apenas em lojas online, daí o nome.

Você pode utilizar a Cyber Monday pra tentar fechar aquela venda que não ocorreu. Pegue os públicos que você aqueceu na Black Friday que não converteram e faça uma nova oferta. Você pode também utilizar o público que converteu e oferecer um upsell especial.


Em resumo

Utilize a sua criatividade e uma mescla das estratégias que apresentei aqui para fazer uma ótima Black Friday. Se o seu produto já é conhecido e você já vende bem, utilize seus leads e sua prova social pra explodir suas vendas. Se você ainda está começando ou vende pouco, venda seu produto barato para colher depoimentos dos seus clientes e obter a prova social que faltava para vender bem ao longo do ano.

Boas vendas! 💰

Crie sua plataforma de ensino online

Gerenciamento e venda de cursos, assinaturas e downloads digitais. O seu conteúdo, no seu próprio site.

Quero Começar Agora

Publicações Relacionadas

Estratégias para converter clientes na sua plataforma EaD

Segurança na sua plataforma EaD

Integração da plataforma EaD com ferramentas de marketing: por que é importante?

Vantagens de uma plataforma EaD personalizável

O uso do lançamento digital para criadores de conteúdos

Como estruturar seu manual de marca

Uma plataforma para chamar de SUA

Toda a tecnologia que você precisa para criar
o seu negócio online está aqui!